1/9

Projeto: Retrofit Edifício Rio Novo

Equipe: PAX ¦ Miguel Muralha, Paula Sertório, Victor Paixão

Local: São Paulo, Brasil

Ano Projeto: 2010

Ano Construção: 2013

Área construída: 1.352,18m²

Construção Civil: Sistema Engenharia e Arquitetura Ltda

Projeto Estrutural: Sistema Engenharia e Arquitetura

Projeto de Caixilhos e Guarda Corpo: Inovatta Brasil

Projeto de Exaustão: KSG Projetos

Projeto de Fundação: Apoio Assessoria e Projeto de Fundações S/S Ltda. / Eng. José Luiz

Projeto de Iluminação: Guinter Parschalk

Projeto de Instalações Elétricas: Eng. Humberto Farina

Projeto de Instalações Hidráulicas: Eng. Humberto Farina

Coordenação e Gerenciamento de Projetos: ADDVENT Engenharia / Eng. Danilo Ventoja Peres

Fotos: Fran Parente

rio novo

Frente à profusão de novas construções na cidade de São Paulo, a palavra renovar parece não fazer parte da urbe. Reabilitar, reavivar, potencializar aquilo que já existe, muitas vezes esquecido e adaptar às novas dinâmicas urbanas.

O projeto do edifício Rio Novo vem de encontro à esta realidade, fruto de uma parceria, que por vontade de um dos moradores em renovar seu imóvel, ao invés de mudar-se para um novo empreendimento, lançou um desafio: implantar varandas em uma edificação existente, com os moradores habitando, interferindo mínimo possível em seu dia-a-dia.

Construir em frente ao existente era a condição primária. O Edifício Rio Novo, da década de 70, tem características significativas que refletem aquele período, por isso uma das condicionantes do projeto foi preservar a identidade particular e fazer uma estrutura que dialogasse com a antiga edificação, não apagando a memória da cidade mas sim renovando-a.

Por condições específicas da antiga edificação podíamos construir até 80m² em projeção, sendo 40m² para cada apartamento. A construção deveria ser limpa, rápida e que causasse o mínimo impacto para os moradores e vizinhança.

Em decorrência das diretrizes, optamos por utilizar a estrutura metálica, que proporciona um canteiro de obras limpo e uma montagem rápida. Foi planejado um sistema de exaustão central que possibilita a instalação de forno de pizza e churrasqueira conforme a vontade de cada morador. Após o término da obra cada condômino se tornaria responsável por sua intervenção e complementação da varanda.