“Enquanto a identidade humana está ela mesma sofrendo transformações, e enquanto a mente colaborativa e a consciência conectada estão substituindo a mente unitária e a consciência solitária da velha ordem de pensamento ocidental, a arquitetura tem de buscar novas estratégias se quiser trazer ideias úteis sobre viver e interagir no mundo”

 

Ascott, 2002, p.37